Vice-presidente do Flamengo afirma ter provas que provam ato racista de Ramirez

O vice-presidente do Flamengo, Rodrigo Dunshee, afirmou na última terça-feira (23), em sua conta oficial no Twitter, que o clube carioca encomendou ao Instituto de Educação de Surdos (INES) uma leitura labial da situação envolvendo o meia Ramirez, do Bahia, e o volante Gerson, do rubro-negro carioca.

Ainda de acordo com Rodrigo, o documento enviado aos profissionais do INES são provas reais de que teria acontecido a injúria racial. “A prova revelou que teria havido a ofensa, vamos apresentar ao STJD e entregar a polícia.”, escrevey Rodrigo.

Fonte: Varela Notícias

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *