Risco de epidemia misteriosa põe China em estado de alerta

Um vírus misterioso, causador de uma doença com sintomas semelhantes aos da gripe suína e da SARS – sigla de Severe Acute Respiratory Syndrome ou Síndrome Respiratória Aguda Grave – está se espalhando rapidamente na China, colocando autoridades e agências de saúde em estado de máximo alerta.

Epidemia

Até onde se sabe, os primeiros infectados adoeceram há apenas alguns dias e o número de casos confirmados quase duplicou, saltando de 27 para mais de 40 – sendo 11 deles considerados graves. Ademais, centenas de pessoas estão sendo mantidas em observação e existe a possibilidade de que o vírus tenha chegado a Hong Kong.

(Fonte: CBS News / Getty Images / Peter Parks / Reprodução)

Segundo Mike Wehner, do site BGR, embora a origem do vírus ainda seja desconhecida, as autoridades chinesas rastrearam os primeiros casos como tendo surgido em um mercado de pescados em Wuhan – onde vendedores que adoeceram em decorrência da infecção pelo vírus estão entre os primeiros casos confirmados.

Por sorte, apesar de causar pneumonia grave nos infectados, o patógeno não ocasionou nenhuma vítima fatal até o momento e não parece ser transmitido de uma pessoa a outra – uma vez que familiares, assim como médicos e enfermeiros que tiveram contato com os doentes não mostraram sinais de terem sido contagiados.

(Fonte: France 24 / Reprodução)

Além disso, as autoridades chinesas estão conduzindo testes em laboratório para determinar qual é exatamente a causa da doença. De acordo com a BBC, já foram descartadas diversas opções, como o vírus da gripe – Influenza –, da gripe aviária (H5N1) e outras doenças respiratórias, mas a possibilidade de que se trate de uma nova cepa do vírus da SARS não foi excluída ainda.

De qualquer forma, o Governo Chinês está tomando todas as medidas necessárias para isolar todos aqueles que possam ter se infectado com o vírus misterioso e órgãos internacionais estão monitorando o problema com atenção. A situação é assustadora e exige muita cautela e cuidados, mas parece estar relativamente sob controle por enquanto. E tomara que permaneça assim.

Fonte: BBC

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *