Barragem de São José tem apenas 4,13% de volume de água e seu estado é crítico

A Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) divulgou na sexta-feira, 08 de novembro, os níveis atuais de armazenamento das barragens de Ponto Novo, Pedras Altas, São José e demais reservatórios da Bahia.

Bandeira de Melo – 99,82;

Pindobaçu – 99,40%;

Pedras Altas – 87,80%;

Ponto Novo – 74,49%;

Gasparino – 73,71%;

Pedra do Cavalo – 70,37%;

França – 14,81%;

Apertado – 4,31%.

São José – 4,13%;

Pedras Altas se encontra em uma boa proporção com 87.80% do seu nível de armazenamento. Porém, o que chamou mais atenção foi a Barragem de São de José do Jacuípe. De acordo com informações colhidas, a capacidade da represa é de 355 milhões de metros cúbicos de água, mas no momento a barragem opera com apenas 4,13%, aproximadamente 14 milhões de metros cúbicos de água, sendo este o seu nível atual de armazenamento.

Um dos maiores consumidores de água foi o Projeto de Irrigação do Jacuípe que atualmente está suspensa por conta da escassez. Ainda no campo do consumo, aparece como um dos maiores beneficiados a população de São José do Jacuípe, Várzea da Roça e Mairi, que recebem água em casa através de tubulação.

Em fevereiro deste ano, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) divulgou nota informando mais cidades que passaram a ser atendidas pela Barragem de São José do Jacuípe, após recomendação de técnicos da Supervisão de Tratamento da Água. Sendo estes, os municípios de Mairi e Várzea do Poço, e as localidades de Morrinhos, Soinho e Barracas, em Várzea da Roça.

Estas localidades contavam com a Barragem do Flori, em Mairi, até o dia 22 de fevereiro deste ano, porém o nível de água armazenada no manancial diminuiu consideravelmente, afetando a qualidade da água bruta e a necessidade de realizar mudanças corriqueiras em pontos de captação. A medida é temporária e deve durar até a reposição considerável do nível da água armazenada da Barragem do Flori.

Porém, com a barragem de São José secando como aponta os dados citados anteriormente, só resta para os consumidores economizar água, com essa atitude, a barragem suportará esse período de estiagem.

A Barragem de São José do Jacuípe, foi uma obra realizada no governo de João Durval Carneiro, foi inaugurada no dia 28 de Julho de 1985, ato esse que contou com a presença do então governador, João Durval; Dr. Antônio José Imbassay da Silva, Secretário de Saneamento e Recursos Hídricos e do Diretor Presidente da CERB, Dr. Eujácio Simões Viana Filho. A construção da Barragem de São José do Jacuípe se tornou um marco e a sua inauguração um dos maiores eventos políticos da história dos municípios de São José e Várzea da Roça, onde está localizada a barragem, a terceira maior da Bahia.

A sua construção foi para atender à irrigação, abastecimento humano, piscicultura, pecuária e perenização do rio Jacuípe que é de uma extensão de 180km, até a sua confluência com o Paraguacú.

Redação FR Notícias com informações Interativapn

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *