Celular explode em bolso da calça de adolescente em Curitiba

Era para ser apenas mais uma aula de educação física para Kayke, de 14 anos, mas a atividade na quarta-feira (14) acabou se transformando em um grande susto. Isso porque seu celular Moto G7 Power explodiu em seu bolso durante a prática em uma escola de Curitiba (PR).

O incidente ocorreu perto das 10h, quando a média de temperatura na cidade era entre 7° e 11° — longe de ser considerada quente. Quem percebeu a situação foram os amigos de Kayke: eles o avisaram de que havia fumaça saindo de seu bolso, mas o jovem só entendeu que não se tratava de uma brincadeira quando sentiu a perna esquentar.

Nesse momento, o adolescente notou que o aparelho estava em chamas dentro do bolso de sua calça e tentou puxá-lo para fora. Como não conseguiu, imediatamente tirou a peça de roupa — e foi isso que impediu que o celular queimasse sua perna.

O aparelho, então, explodiu e foi necessário usar um extintor de incêndio para conter as chamas. Lorena Loiola, mãe de Kayke, conta que o bolso do uniforme do filho derreteu. Segundo ela, pais e crianças ficaram apavorados com o incidente — felizmente, no entanto, ninguém se feriu.

Reprodução

Lorena avalia que, se o caso tivesse ocorrido em outra situação (quando é deixado embaixo do travesseiro, por exemplo), poderia ter causado um estrago maior. Ela lembra, ainda, que um idoso ou uma criança poderia não ter tanta agilidade como Kayke e se ferir gravemente.

A reportagem do Olhar Digital entrou em contato com a Motorola e aguarda um posicionamento oficial da empresa a respeito do caso.

Fonte: Olhar Digital

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *