Décio manda Leo Dias calar a boca e jornalista desabafa: “Carrego muito preconceito”

O jornalista Leo Dias decidiu comentar uma situação que aconteceu entre ele e o colega Décio Piccinini, ao vivo, durante o programa Fofocalizando, do SBT, na quarta-feira (17). Após ter sido mandado calar a boca por Décio, o colunista se desculpou pelo climão causado no programa e garantiu que não havia usado drogas.

“Tenho opinião. Não faço “linha”, não tenho vergonha do que faço. Se estava elétrico, foi porque nunca havia me atrasado. Estava limpo e eufórico. Não nasci lindo e sei que carrego muito preconceito comigo. Se interrompi meus colegas, peço desculpas. Se fiz humor inadequado, foi apenas para descontrair”, escreveu.

Leo ainda disse que participa da produção do programa e que é o único que não usa teleprompter. “Saibam, senhores, que meu trabalho no Fofocalizando não se resume a uma hora e quinze no ar ao vivo. Eu penso no programa o dia todo. Sou o único que não lê o TP (teleprompter). Sabe por quê? Porque eu ajudei a fazer tudo o que você vê no programa, junto com a produção e, lógico, sei sobre o assunto detalhadamente. Faço porque amo. Ninguém me obriga”, disse.

O jornalista ainda afirmou que a partir daquele dia iria mudar o comportamento perante às câmeras. “Não vivo um personagem. Esse sou eu. Gostem ou não. Não vivo de mentiras, segredos nem de aparências. Errei por amar demais, me envolver demais, me entregar demais. Um novo Leo Dias surge a partir de hoje”, finalizou.

Fonte: Varela Notícias

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *