WhatsApp

contato@noticias074.com

Capim Grosso - Ba
Lanchonete é condenada a indenizar mulher e filho em R$ 24 mil por racismo - O Maior Portal Noticias Capim Grosso e Região

Brasil

16/10/2018 às 20h38 - Atualizada em 16/10/2018 às 20h38

Lanchonete é condenada a indenizar mulher e filho em R$ 24 mil por racismo

administrador
Capim Grosso - BA
FONTE: Varela Notícias


A Justiça do Rio de Janeiro condenou a rede de fast-food Burger King a indenizar uma mulher e o filho de 12 anos em R$ 24 mil por uma ocorrência de racismo que sofreram em uma unidade da rede no Rio de Janeiro em 2015. A defesa da empresa alegou “mero aborrecimento” sobre o caso, mas o recurso foi rejeitado.A mulher e o filho passaram na loja após uma ida à praia e um segurança abordou o garoto, enquanto este carregava o copo com refrigerante, e o chamou pejorativamente de “moleque”. Se a mãe não intervisse, ele chegaria a ser expulso, segundo a denúncia.Na decisão, o desembargador Jaime Dias Pinheiro, afirmou que “todo e qualquer ato de preconceito, intolerância e discriminação deve ser veementemente reprimido pelo Poder Judiciário, uma vez que não se coaduna com o Estado Democrático de Direito”.Em nota, o Burger King afirmou que “abomina qualquer ato de discriminação, seja ela racial, de gênero, classe social ou qualquer outro tipo”, que preza pela “diversidade” e o “propósito” da rede é “fazer com que todos se sintam bem-vindos em nossos restaurantes”. A empresa afirmou que repudia qualquer tipo de preconceito e segue à disposição da justiça.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 30 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade